sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Proposta de mudança de Bolsa Educação da Prefeitura de Salvador, trará diversos prejuízos aos filhos dos ACS e ACE do programa!

A nova proposta trazida pela gestão municipal sobre o Bolsa Educação, trará diversos prejuízos aos ACS e ACE de Salvador.

Na assembleia do dia 29/11 (quinta) feira, na sede do SINDSEPS, foi apresentada a proposta para o Bolsa Educação para o ano de 2019.

A Bolsa Educação é um direito que os servidores de Salvador possuem de matricular os filhos, recebendo um auxílio financeiro do município e com descontos por parte das instituições escolares credenciadas.

Segundo a nova proposta, as vagas para a bolsa serão reduzidas para os servidores da Faixa I, que possuem o menor salário do município, que no caso dos servidores de 40h, engloba os ACS e ACE.

E não para por aí: os valores das mensalidades para a Faixa I serão majorados, para que possa bancar os valores da faixa IV, cujo o vencimento inicial é de R$ 6.559,00.

Quem ganha menos, paga para quem ganha mais, é assim que funciona? Veja o quadro apresentado abaixo:


AASA/BA, envia um ofício para o SINDSEPS, se posicionando CONTRA ESSA PROPOSTA!

Diversos filiados procuraram a AASA/BA preocupados com a situação, devido a incerteza da possibilidade de manutenção dos seus filhos nas escolas em 2019. 

Imediatamente a AASA/BA, se posicionou e oficiou ao SINDSEPS, conforme documento abaixo:


A única forma de impedir esse absurdo é comparecendo à Assembleia na terça feira, dia 04/12 às 08:00 na SEMGE. Se quiser lutar pelo direito a educação de qualidade para o seu filho, o momento é agora!

0 comentários:

Postar um comentário